Carregando
12/04/2024

DENGUE! SAIBA MAIS.

foto13º MUTIRÃO CONTRA A DENGUE EM BOM JESUS DO AMPARO

No dia 29 de março, o Mutirão de número 3 entrou em ação contra a Dengue em Bom Jesus do Amparo. A equipe visitou os principais focos por toda a cidade fazendo a capina, recolhendo lixo e orientando a população. A ação foi feita pela Secretaria de Saúde com o apoio das Secretarias de Obras, Meio Ambiente, voluntários e técnicos do Ministério da Saúde. 
No terceiro mutirão foi aplicado o UBV através da bomba costal feito pela competente equipe Delta sob a cordenação do Nelson Mendes - Ministério da Saúde. A aplicação do produto faz o tratamento vetorial espacial, que bloqueia a transmissão da dengue e de outras doenças oriundas do mosquito.

A Secretaria de Saúde informa que a solicitação para uso do UBV já havia sido feita a meses atrás e que foi liberada para o 3º Mutirão do dia 29 de março

Vamos juntos no combate contra a Dengue.

 

foto2 DENGUE – Saiba mais

O Ministério da Saúde informa que o número de casos prováveis de dengue no Brasil, em janeiro deste ano, mais que dobrou em comparação ao mesmo período de 2018. Até o dia 02 de fevereiro, registrou-se aumento de 149%, passando de 21.992 para 54.777 casos prováveis da doença. Quando verificado a incidência, em 2019, os casos chegam a 26,3 por 100 mil habitantes.

Os dados epidemiológicos alertam para a necessidade de intensificação das ações de eliminação dos focos do Aedes aegypti em todas as regiões. São ações que envolvem gestores estaduais, municipais e Governo Federal, e a população. É essencial fazer do combate ao mosquito uma rotina de toda a sociedade em qualquer época do ano, embora, o verão seja a estação mais propícia para a proliferação do vetor. São medidas simples a serem adotadas, porém, eficientes, como manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água; trocar água dos vasos de planta uma vez por semana; manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo; e acondicionar pneus em locais cobertos.

A Região Sudeste concentrou 60% (32.821) do total de casos registrados no país em 2019 (54.777). 

 

foto3 SINTOMAS DA DENGUE

A infecção por dengue pode ser assintomática (sem sintomas), leve ou grave. Neste último caso pode levar até a morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Em alguns casos também apresenta manchas vermelhas na pele.

Na fase febril inicial da dengue, pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes e sangramento de mucosas. Ao apresentar os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados, todos oferecidos de forma integral e gratuita por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Minas Gerais registra aumento de 445,2% no número de casos de dengue

Dados do Ministério da Saúde apontam que número de casos prováveis de dengue no estado de Minas Gerais cresceu 445,2% em comparação com janeiro de 2018. Até o dia 02 de fevereiro, o estado notificou 12.388 casos da doença. No mesmo período de 2018, foram registrados 2.272 casos de dengue.

 

Fonte: Ministério da Saúde/2019